Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

DESPORTO MENTAL

141D5265-1B6F-4DC8-BCC2-A7F3263462DA.jpeg

É a pressão do jogo que me apaixona. Aquela sensação de que já não há mais tempo, de que só tens aquela oportunidade. É aquele momento decisivo que traz o melhor de mim. Que me faz assumir o potencial que tenho e dizer: “É agora!” 

 

Dou o passo em frente, elevo-me, faço coisas que numa situação normal não faria. 

 

Há quem diga que o desporto só melhora o físico, que é só para os músculos... Não é! É para a mente! É para a vida! É para que tenhamos a oportunidade de nos meter à prova e perceber que somos capazes de muito mais do que aquilo que imaginávamos... 

 

Nunca percebi a ansiedade, as borboletas no estômago, como más, ou o nervosismo como inimigo... São apenas os meus parceiros de competição que me estão a dizer: “Vais fazer história!” 

 

Depois a decisão é minha... Ir, mesmo correndo o risco de falhar, ou ficar, correndo o risco de nunca fazer nada de especial. Depende de cada um. De qual o risco que consideram maior.

 

Para mim é claro... A vida é demasiado preciosa para eu não fazer nada de especial com ela. Então, ainda que falhe 99 vezes, uma delas, mesmo que seja a última, há de dar uma explicação para a minha existência. 

 

 

AGORA É QUE É!

D16E07F8-E294-4E44-8137-7A1B23557595.jpeg

 

Há uns dias encontrei-me com uma amiga e ficámos a conversar uns minutos. Entre novidades e mudanças, ela disse-me: “Agora é que termino o mestrado de uma vez. Vou descongelar a matrícula em Setembro e acabar aquilo.” 

 

Lembrei-me que já não era a primeira vez e até me senti a ser menos entusiasta com a notícia, porque já tinha ouvido isso um ano antes. E outras vezes... Ela é da minha idade. 

 

Agora é que vou começar a ler mais. Agora é que vou começar a estudar mais. Agora é que vou perder peso. Agora é que vou começar comer melhor. Agora é que vou começar a ser mais responsável. Agora é que me vou portar mesmo bem e não ter problemas com ninguém. Agora é que vou trabalhar a sério. Agora é que podem contar comigo. Agora é que vou ser mais pontual. Agora é que vou ser feliz... 

 

Já disseste alguma destas frases? Mais do que isso... Já disseste alguma destas frases mais que uma vez, ou de todas as vezes que te sentes um pouco mais motivado? Ou sempre que decides que é hora de mudar? Ou quando te confrontam com determinados comportamentos? Ou até quando olhas para o lado e vês alguém a fazer o que tu deverias estar a conseguir fazer também? Ou quando vês alguém a ter resultados e tu não? 

 

Dizes que “agora é que é”, mas nunca é? É apenas mais uma vez que dizes que vais fazer e não fazes?

 

Se fazes isto, provavelmente acreditas cada vez menos que vais conseguir terminar aquilo que começas, e até é por isso que tens tanta necessidade de falar sobre o “Agora é que é!”. 

 

Quando começas uma dieta toda a gente sabe, metes nas redes sociais e tudo... E quando não consegues também falas sobre a desculpa que não te deixou conseguir desta vez. 

 

E este ciclo torna-se infinito. Ficas com falsas sensações de que estás a caminhar na direção dos teus objetivos, porque supostamente fizeste alguma coisa, mas efetivamente não aconteceu nada de significativo. 

 

Não há muita coisa a dizer sobre isto, apenas uma: Quanto mais falas, menos fazes. 

 

Se começares a guardar para ti os teus objetivos, apenas partilhando com quem te vai ajudar no processo, esse caminho deixa de ser uma fantasia e passa a tornar-se realidade. Isto porque o falar dá a sensação de que se está a fazer. 

 

Poupa a energia no falar, e investe no fazer. Depois deixa que o teu sucesso fale por ti. 

Depois não vais precisar de falar muito, a não ser que seja para inspirar outros a fazer o mesmo que tu. 

 

Até para a semana!