Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

|| DreamAchieve || Sports & Performance

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Empresarial || Formação

|| DreamAchieve || Sports & Performance

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Empresarial || Formação

  Estive a conversar com um treinador há uns dias, que confessou que já não dava o seu melhor nos treinos , que andava cansado, desmotivado, que ninguém o ajudava.. Mas que em 2018 ia ser diferente, ia mudar de atitude e voltar a dar o seu melhor. Também alguns atletas disseram-me o mesmo, que iam treinar melhor em 2018, que agora é que era, que iam fazer mais e iam alcançar isto e aquilo.   Fora do Desporto oiço a mesma coisa, sobre as mudanças que as pessoas querem para o ano novo. (...)
  A miúda era horrível!... Tratava mal toda a gente na escola que não a obedecesse ou a desprezasse. Chamava nomes, humilhava publicamente, empurrava e atirava ao chão quem fosse físicamente mais fraco, inventava histórias sobre os colegas para envergonhá-los...    À frente dos professores e dos pais era a boazinha, mal sabiam que ela obrigava algumas das miudas mais estudiosas a fazer os trabalhos de casa dela, e que ela copiava nos testes. Ai de quem a denunciasse... Além (...)
05 Dez, 2017

SEM ARREPENDIMENTOS

  Na semana passada, ao acompanhar uma das equipas com que trabalho atualmente, fui a um jogo no pavilhão onde fiz o último treino da minha carreira... Nesse dia, nessa quinta-feira, eu não sabia que ia ser a última vez que ia fazer parte de uma equipa como atleta.    Eu já tinha sido operada uma vez, já tinha estado sem jogar, já tinha ido para o estrangeiro e voltado, já tinha (...)
A DreamAchieve esteve à conversa com Fábio Lima, atleta da Seleção Nacional que conta no seu currículo desportivo com passagens por campeonatos espanhóis.    DA: Fábio, conta-nos como foi o teu percurso desportivo até hoje. FL: Comecei a jogar aos 13 anos no Seixal Futebol Clube. A minha ida para o basquete não foi por gostar da modalidade, até porque na altura não conhecia nada da modalidade. (...)
  Atleta: Sempre que falho fico a sentir-me mal, e depois faço ainda pior, sinto-me mal outra vez, e não consigo sair desse ciclo. Eu: O que te dizes a ti mesmo quando falhas?   Atleta: Que sou uma porcaria! Que como é possível falhar algo que treino todos os dias! Que secalhar não vou conseguir ser atleta profissional!... Eu: O que dizes a alguém da tua equipa quando falha?   Atleta: Para pensar que a seguir vai conseguir… Que é capaz e que noutras vezes já conseguiu fazê-lo! (...)
  Estava a ver a última temporada do American Idol no outro dia, e uma rapariga que foi às audições estava a contar a sua história. Disse que nunca tinha tido coragem de ir antes porque tinha excesso de peso, e por isso achava que não estava preparada. Então, dedicou-se a uma vida saudável, e hoje além de ser toda fit, é Personal Trainer.    Na primeira audição cantou super bem e passou com aprovação de todos os juris, foi passando, passando, chegou aos Top 48! Espetaculo né? Quando os juris foram para escolher o Top 24, fizeram pares entres os concorrentes que achavam serem muito parecido, e escolhiam só um. Os Top 48 foram um a um saber do seu destino com o juris, mas quando chegou a altura da agora Personal Trainer, (...)
Eu tinha 23 anos quando o médico me disse que eu tinha que ser operada pela segunda vez, e que desta vez não havia recuperação possível para voltar a competir a um alto nível. Mas eu só queria o basquete... E agora? O que ia fazer? O que ia ser?   Há uma importante questão a resolver na camada jovem desportiva, e até atletas adultos: Misturam a identidade pessoal com o facto de serem atletas. Tenho tido a oportunidade de falar com muitos atletas, e com profissionais envolvidos (...)
Era dia de jogo. Não entrei no 5 inicial mas sabia que ia entrar em pouco tempo. Aconteceu!    O aquecimento tinha corrido bem, estava confiante e era um daqueles jogos de playoff competitivos, dos que eu mais gostava de jogar.    Entro em campo já para atacar... A base pede a jogada, faço um corte para o lado contrário, as minhas colegas fazem-me um duplo bloqueio para eu voltar para o lado onde inicialmente estava. Consigo meter a defesa no bloqueio, saio num corte em (...)