Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

ENTREVISTA: EUGENIO RODRIGUES

Apresentação1.jpg

 

Esta semana a DreamAchieve conta com as reflexões de Eugenio Rodrigues, selecionador nacional da equipa feminina de Sub-20, que se está a preparar para o campeonato europeu que será de 8 a 16 de Julho em Matosinhos. 

 

DA: Eugénio, conta-nos como tem sido o teu percurso como treinador? 

ER: Já vai longo este meu trajeto como treinador. Efetivamente abracei esta "vida" bem cedo, no ano de 1984, enquanto estudava e jogava ao mesmo tempo. Comecei no S C Coimbrões e por lá estive durante 8 anos treinando de mini basquete a cadetes femininos. Depois estive 8 anos no Académico FC onde treinei formação e seniores, levando a equipa da 2a divisão à Liga Feminina em dois anos.

IMG_1684.JPG

 

Seguiu-se mais um período de 4 anos no CPN onde treinei formação e Liga Feminina, tendo regressado ao AFC para trabalhar seniores e Sub-19.

Passados 7 anos fiz uma época na Juvemaia com Seniores femininos e emigrei no final desse ano. Estive dois anos na Dinamarca e estes últimos dois anos já na Roménia.

 

IMG_1681.JPG

 

Estou igualmente com as seleções nacionais desde 2005, inicialmente com Sub-18 e depois com Sub-20, até hoje, tendo dado o apoio à Seleção Nacional senior esporadicamente.

 

IMG_1709.PNG

 

DA: Na tua opinião, que fatores são essenciais para que um treino tenha um alto rendimento? 

ER: Existem inúmeros fatores que devem estar presentes no treino para se obter alto rendimento. Destacaria a preparação detalhada do treino, intensidade, conhecimento do jogo, ambição, perfecionismo e cumplicidade, pois todos os intervenientes no treino deverão estar imbuídos do mesmo espírito.

 

IMG_1690.JPG

 

DA: Que características consideras mais importantes num atleta? 

ER: Mais uma vez existe uma multiplicidade de fatores mas destacaria o talento, capacidade de trabalho, ambição, humildade, seriedade e elevados padrões morais.

 

Na minha opinião devemos sempre estar no basquetebol como devemos estar na vida, ou seja, com um alto índice de cidadania.

 

IMG_1701.JPG

 

DA: Qual foi o momento na tua carreira que mais te marcou, e porquê? 

ER: Fica difícil isolar um acontecimento marcante na minha carreira. Destacaria a minha estreia em 2005 com as cores de Portugal, a subida ao pódio para receber a medalha de bronze em Sofia 2014 (já havíamos disputado uma final com a conquista da medalha de prata em 2011 em Ohrid, na qual não pude estar presente por ter de me ausentar para o FECC em Bilbao) e claro, o meu primeiro jogo com a seleção num campeonato europeu em Portugal em 2016.

 

IMG_1683.JPG

 

DA: Quando as coisas não correm como tu esperas, com que mentalidade lidas com a situação? 

ER: Neste caso a capacidade de análise aliada à autocrítica são fundamentais.

 

Devemos ser os nossos primeiros críticos e nunca partir do princípio que a responsabilidade pelo insucesso mora na porta do lado.

 

IMG_1695.JPG

 

Isso pode até acontecer mas nunca como resultado de um pré conceito. Acredito que devemos ter a dose de autoconfiança na exata medida da capacidade para ouvir os outros, pois se nem sempre os outros têm razão, o nosso ego não deverá, porém, ser o obstáculo para a aprendizagem.

 

IMG_1694.JPG

 

DA: O Campeonato Europeu da equipa da seleção nacional de Sub-20 femininos, equipa da qual és treinador, acontece daqui a um mês. 

No dia 16 de Julho (dia que termina a competição), o que precisa ter acontecido para que termines esta jornada satisfeito com o trabalho da equipa? 

ER: Sinceramente, espero chegar ao dia 16 de Julho absolutamente esgotado, como sinal de que não deixei nada por dar, dizer, refletir e fazer. E como resultado desta entrega total espero sinceramente que consigamos assegurar a manutenção na Divisão A, que é o objetivo realista para esta Seleção.

 

IMG_1678.PNG

 

O Staff e as 12 que compuserem esta equipa, hão de honrar o país, e mais concretamente, o "Fight Club". Hão de ser o 13º Batalhão que completou heroicamente e com sucesso mais uma campanha do basquetebol europeu.

 

IMG_1700.JPG

 

DA: A DreamAchieve promove a importância de temas de Coaching e Psicologia no Desporto. São abordados temas relacionados ao comportamento, motivação, mentalidade, superação, espírito de equipa, comunicação, e muitos mais… Na tua opinião, qual foi a importância destes temas na prática desportiva, e na vida em geral?

ER:  Como sublinhei já, tenho para mim que devemos estar no desporto como estamos na vida. E todos estes princípios que elencas são parte estruturante dessa forma de estar. A psicologia do desporto de uma forma profissionalizada e previamente orientada, é uma área ainda relativamente virgem nas nossas seleções, pelo que o seu interesse e capacidade potencial são exponenciais.

Temos muitíssimo a ganhar sobretudo quando o nível competitivo é de tal ordem que todos os detalhes contam, todos os detalhes podem fazer a diferença. E nós treinadores bem sabemos que "Deus está nos detalhes".

 

IMG_1710.PNG

 

Em apenas uma frase diz-nos:

 

O que não pode faltar na tua vida: Uma visão do futuro, uma meta para continuar a caminhar.

 

IMG_1677.JPG

 

Maior aprendizagem com o desporto: Ter a felicidade de dominar o equilíbrio entre a vontade indómita de vencer e a noção de respeito por valores que finda a competição têm de estar sempre presentes, e com isso ter a honra de ter grandes amigos ainda que pontualmente adversários.

 

IMG_1687.JPG

 

Pessoas mais importantes no teu percurso: Sou um homem de fé pelo que Deus estará sempre presente, a par da família mais próxima. Tenho tantas pessoas importantes neste percurso que seria impossível e injusto tentar sintetizá-las. Diria que no mundo do basquete são aquelas com quem trabalho hoje na Equipa técnica nacional, e fora deste mundo, todos aqueles amigos de uma vida que me aturam e que por certo, me vão pagar um café depois de lerem estas palavras.

 

O que mudarias em ti: Um dia, antes de morrer, espero ter a felicidade e tempo de poder fazer uma retrospetiva da minha vida. Por ora, acho que mais importante do que mudar é mudar, se for caso disso, por vontade própria e não porque assim ditam os cânones sociais. Espero ter sempre essa independência mental.

 

IMG_1691.JPG

 

Um conselho a atletas e treinadores que te admiram: Ousem, pelo menos uma vez na vida, sair da vossa zona de conforto e tentar aquilo que almejam, mas que reprimem por medo.

 

O maior arrependimento é sobre aquilo que não ousamos fazer....

 

Frase que te caracterize: Os vencedores são aqueles que estão dispostos a fazer o que os segundos jamais farão!

 

IMG_1711.PNG

 

 

 

 

Segue-nos no Facebook da DreamAchieve 

fb.png