Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

EU QUERO IR AO TREINO!!

image.jpeg

 

Tinha 12 anos quando comecei a andar de comboio para ir para os treinos. A Monica Abraços encontrava-se comigo a caminho para eu não andar sozinha na Amadora. Era a única forma dos meus pais me deixarem ir treinar.

 

Eu treinava só quartas e sextas no meu primeiro ano de iniciada, não faltava nem que o mundo caísse. Mas um dia o "mundo caiu" e eu tive que faltar.

 

Uma quarta-feira de temporal em Novembro, choveu durante horas, e a minha mãe não me deixou sair de casa. Fiquei tão chateada...

 

Mais ainda fiquei quando na sexta-feira a minha treinadora, Suzy, disse: "Vocês não têm sentido nenhum de compromisso! Só vieram 6 treinar na quarta, como é que vamos ganhar jogos assim?" E eu: "Falta de quê?" Nunca mais falto.. Falta de compromisso nunca!

 

Quarta-feira seguinte.. Temporal de novo, ainda pior que o da semana anterior. Não disse nada à minha mãe, porque sabia que não me ia deixar ir.. Sai das aulas e meti-me no comboio.. Estava a chover a ponto de só se ver cinzento... E pior! Onde estava a Monica Abraços? Não entrou na paragem combinada! Não estava na Amadora. Não veio treinar! Mas eu não podia faltar outra vez..

 

Saí sozinha da estação, e fui no meio da chuva. Faltavam 30 minutos para o treino e não podia chegar tarde. O meu casaco era enorme, eu gostava de usar roupa larga, e estava cada vez mais pesado.. Eu a pingar!

 

Cheguei à porta da Academia Militar e não estava ninguém! Olhei para o telefone e tinha uma mensagem da minha treinadora Suzy: "Devido ao temporal, hoje não há treino!"

 

WHAT? E agora?

 

Avisei a minha mãe! Ela furibunda mete-se na IC 19 totalmente entupida! Pediu à minha tia para ir-me buscar. Ela vivia a 2 minutos de distância, mas com o caos, demorou meia hora a chegar aonde eu estava.

 

Acho que nunca estive tão molhada, nem dentro de uma piscina. Se tivesse gel de banho ali, já tinha aproveitado para tomar banho...

 

Depois de 2 horas de trânsito, a minha mãe chegou! Gritou! Cheguei a casa, ela ligou para o meu pai, que estava em Angola! Ele gritou! Eu chorei! Baba e ranho... Solucei e tudo!.. Que frustração..

 

Sexta-feira no treino olhei para a Suzy e disse-lhe: "Da próxima avisa-me mais cedo, porque eu chego sempre com antecedência!" Expliquei-lhe chateada o que aconteceu.. E ainda disse: "Nunca mais digas que não tenho compromisso! Porque eu estava cá e tu não!" Acho que ela nem ouviu... Só me lembro de ela começar a rir-se de qualquer coisa...

 

Um mês depois subiram-me de escalão para as cadetes. O meu treinador nos cinco anos seguintes passou a ser o Nuno Manaia.. Mais histórias para contar aqui...

 

Sinceramente... Se nunca fizeste uma parvoíce destas pelo teus objetivos, se nunca ninguém gritou contigo porque fizeste uma asneira pelos teu sonho, então, é porque não queres o suficiente!