Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

PARA SER GRANDE, SÊ INTEIRO!

IMG_0397.JPG

 

Antes da época em que assinei o meu primeiro contrato como atleta, tive um ano de muita luta. Estava a jogar na Liga, mas muito pouco. Obviamente que jogava nas Seniores B, e na juniores também, e aí jogava imenso tempo, mas o meu objetivo era na Liga.

 

Eu podia queixar-me, desmotivar-me, baixar as expectativas, mas eu sempre tive consciente o seguinte: Ninguém é promovido se não estiver a fazer a diferença no papel que tem agora!

 

Então eu dava o meu melhor. O meu tudo na verdade. Nesse ano, eu fazia ginásio todos os dias... Só eu e mais uma colega é que tínhamos essa disciplina. Eu ia mais cedo treinar manejo de bola... Às vezes com 3 bolas, à frente duma parede, ia passando consecutivamente uma atras da outra contra a parede, cada vez mais rápido! (Fui gozada por colegas minhas, mas não me importava). Também ficava a treinar técnica de lançamento nas tabelas laterais quando não estavam ocupadas...

 

Jogasse ou não, fazia a minha parte. Não me preocupava com o que pensavam, diziam, nem com o que outros poderiam fazer ou deixar de fazer por mim. Eu fazia o que estava no meu controlo.

 

No último jogo da época da Liga, eu nem convocada fui. Havia um jogo importante das Juniores nesse dia, então destacaram-me para jogar aí. Assisti a esse último jogo da época (a minha última esperança de fazer algo de jeito) da bancada. No fim do jogo ainda alguém me disse: "Então? Foste despromovida?".

 

Foram momentos difíceis. Parecia que tinha sido tudo em vão. Mas esse pensamento, de que tudo é em vão, é um pensamento falso. Nada é em vão. Tudo o que fazemos são sementes que plantamos. Os frutos que colhemos dependem da qualidade dessas sementes, e eu sabia que as minhas tinham sido com todo o meu esforço e entrega.

 

Aí está o segredo! Na qualidade das sementes. Tenho alguns clientes de coaching, neste caso atletas, que querem jogar mais tempo, ou jogar em equipas melhores, ou ir à seleção, mas aquilo que lhes foi confiado no momento, está a ser negligenciado.

 

Que patrão promove um empregado que não de destaca? Ou que não se esforça para dar o seu melhor? Ou que está sempre a reclamar do que tem? Se está assim agora, imaginem quando tiver mais responsabilidades.

 

E se naquela época eu tivesse reclamado, desistido, desanimado ou amuado? Se eu tivesse começado a dizer a todas as pessoas que achava que merecia mais e melhor? Se eu tivesse começado a comparar-me às minhas colegas que jogavam mais que eu?

 

Tenho a certeza que tudo teria sido diferente. Que eu nunca iria estar tão focada no meu trabalho, na minha evolução e desenvolvimento... Porque o meu foco estaria noutras coisas!

 

Se queres mais e melhor do que aquilo que tens hoje, dá mais e melhor no que tens agora! Ninguém é chamado para causas maiores, se não tiver nada que chame a atenção!

 

"Para ser grande, sê inteiro

Nada teu exagera ou exclui.

Sê todo em cada coisa. Põe quanto és

No mínimo que fazes. Assim em cada lago a lua toda

Brilha, porque alta vive"

 

Ricardo Reis