Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DreamAchieve

Psicologia, Coaching PNL e Desporto

DreamAchieve

Psicologia, Coaching PNL e Desporto

SE TENS ISTO, HÁ SOLUÇÃO!

IMG_0342.JPG

 

No outro dia ia no autocarro a cantar. Não estava a cantar muito alto, mas ia a fazer as caras que os cantores fazem quando se estão a esforçar para chegar àquelas notas.

 

Quando me dei conta fiquei um pouco envergonhada, comecei a rir-me sozinha, e... continuei a fazer o que me fazia feliz!

 

Há um ano atrás nunca faria isso. Estava sempre muito consciente do quem estava à minha volta, sempre preocupada com a imagem que passava aos outros, e com o que pensavam de mim. Ainda que fossem estranhos num autocarros.

 

Acho que estava tão mais preocupada com o que acontecia fora de mim, que o que acontecia dentro de mim era-me completamente alheio.

 

Estava bem mais preocupada com reconhecimento, pensando que isso me ia fazer feliz. Mas descobri que o que me faz feliz é (txa-txa-txa-txamm) fazer o que me faz feliz. É olhar para dentro e seguir o que eu tenho para me dizer a mim mesma.

 

Muitas pessoas olham para fora. Ou seja, sofrem de um problema gravíssimo! A explicação científica psicologia para este fenómeno define-se por "Virados do Avesso"!

 

Estão viradas para fora, para as circunstâncias, para os outros! Para tudo menos elas mesmas! Até um dia perceberem que não há nada mais importante do que elas mesmas!

 

Não há ninguém na tua vida mais importante que tu! Ainda assim pode ser que sejas a pessoa que menos recebe a tua própria atenção e foco. O teu próprio carinho e apreciação! Contraditório né? Também é contraditório andar com a "roupa" do avesso e com etiquetas de fora.

 

Obrigatoriamente quando tenho uma roupa do avesso, tenho primeiro que tirá-la, virá-la e metê-la outra vez.

 

Começar a olhar para ti pode envolver um processo. Mas acredita em mim, que tenho experiência no assunto... É um processo espetacular.

 

Vira-te para dentro!