Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

SEM ESCOLHA

image.jpeg

 

Um marroquino de 17 anos a cumprir uma medida judicial porque tinha roubado um portátil.

 

Que miúdo espetacular. Brincalhão, conversador, inteligente, simpático, educado.. Pontual, cumpridor...

 

Perguntam-se porque está então, um rapaz assim, no mundo do crime. Pois eu explico...

 

Querer suprir as necessidades da família não é desculpa para roubar, mas querer suprir as necessidades da família, e não ter muito mais possibilidades de fazê-lo, quem sou eu, ou quem quer que seja, para julgar?

 

A mãe doente, o pai (marroquino) sem licença para trabalhar no país, 7 irmãos pequenos para alimentar..

 

Alguém ainda pode dizer para que o miúdo trabalhe.. Pois é, mas quem quer empregar um rapaz de 17 anos com cadastro, marroquino, sem estudos completos?

 

Ainda mais alguém diz "Ele que estude, cabeça para isso tem!". Pois é, mas o sistema educativo já só lhe permitia fazer um curso profissional, e era isso que ele estava a fazer, em mecânica. Nada contra os mecânicos, graças a eles ainda tenho carro... Mas não era o que ele queria!

 

Ainda outro qualquer ainda diz, "Não é melhor mecânica que não estudar coisa nenhuma?". Na verdade até pode ser, mas ele passou de uma não escolha, para uma outra não escolha.

 

Simplificando: deram-lhe a escolher entre A e B, só que ele queria C.

 

Então quando ele me disse que, quando terminasse de cumprir a pena, se a família voltasse a sentir necessidade, ele roubaria de novo, eu pensei "O que estou aqui a fazer?". Estou aqui a trabalhar com ele, supostamente em reinserção social, para ele sair daqui e precisar novamente de roubar?

 

Mais grave que isto era ele realmente acreditar que teria necessidade de fazê-lo durante muito tempo. Ele não acreditava que iria tornar-se alguém com sucesso suficiente para suprir as necessidades da família de forma legal.

 

Porquê?

 

Quem é que acredita que irá ter sucesso em algo que detesta fazer?