Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

|| DreamAchieve || Performance Coaching

Psicologia do Desporto e Performance || Coaching Desportivo e Executivo || Formação

VPN: PROCESSO DE MUDANÇA

PROCESSO DE MUDANÇA.jpg

Todos os sábados será publicado um artigo de Desenvolvimento Pessoal na Página Vivências Press News               

 

Sempre detestei correr por correr, se não houvesse um resultado disso, não me fazia sentido nenhum. Como joguei basquetebol tantos anos, corria para marcar pontos, havia tanto um objetivo como uma recompensa. Então não entendia quando, por exemplo, pessoas me diziam que era uma adrenalina correr uma maratona. Que horror – pensava eu!

 

Quando se fala em mudança, é como se se falasse de um grande peso, então as pessoas ganharam uma tendência de procurar resultados rápidos. Todos querem mudar, mas sem ter que realmente mudar. Então, inteligentemente, a sociedade oferece resultados rápidos em quase tudo. Comunicação, internet, comida rápida, transportes cada vez mais rápidos, métodos de emagrecimento rápido.

 

Creio que hoje em dia os produtos com mais visualização são aqueles que oferecem resultados em poucos dias e com o menor esforço. “Perca 10 quilos em 2 semanas sem exercício físico”, ou “Ganhe 5000 euros em 10 minutos sem sair de casa”. Esta necessidade de ver resultados à velocidade da luz, acaba por destruir muitos sonhos. Transforma muitos caminhos começados, em caminhos inacabados.

Todos são experts em começar, mas raramente vemos experts em terminar aquilo a que se propuseram. Principalmente no princípio do ano vemos as chamadas “resoluções”, onde muita gente começa muita coisa, mas que agora que chegámos a Março…

 

Recentemente descobri a chave para conseguir manter um objetivo o tempo necessário para que ele se concretize. Descobri como gostar do que estou a fazer para alcançar o meu objetivo, divertir-me com isso, ser constante e persistente, e não ficar constantemente a verificar o resultado.

Estranho falar assim não é? Normalmente o caminho é chamado de sacrifício, ou um monte de palavras que nos metem uma pressão enorme, e um peso em cima dos ombros. Dieta, poupança, começar um negócio, acabar uma licenciatura, treinar para uma competição… Normalmente o que queremos é o resultado. O peso a menos, o dinheiro a mais, o reconhecimento no mercado e liberdade financeira, o diploma, a medalha de ouro. Mas o segredo não está aí. O segredo não está no fim.

 

O grande segredo dos grandes heróis está no PROCESSO.

 

E é exatamente o processo que temos tendência de ignorar, ou até muita dificuldade em tolerar. Mas o processo não foi feito para tolerar, foi feito para crescer, desenvolver, aprender e disfrutar. Este processo é imprescindível se quiseres que a mudança seja duradoura. Quem sabe aqui não tenhas a explicação para que, muitos dos teus resultados até tenham sido bons, mas tão rápido como os conquistaste também os perdeste. Para que isso mude a partir de hoje, vou dar te alguns pontos de partida.

 

1 - Chama o teu processo de algo mais apelativo, como jornada, caminhada ou viagem.

 

A Programação Neuro-Linguística mostra como as nossas palavras influenciam a forma que temos de ver o mundo, e consequentemente a forma como vivemos. Se eu intrepertar um processo de mudança como uma viagem, será bem mais divertido.

 

2 - Pergunta-te porque é que queres o que queres. Qual o objetivo do teu objetivo. Essa resposta deve ser consultada sempre que pensares em abandonar o processo.

 

Normalmente as nossas razões são egoístas, centradas em nós mesmos, ou em alguma espécie de reconhecimento. Se forem mais centradas em seres congruentes com os teus próprios princípios (quaisquer que sejam), e em servires de inspiração para um mundo melhor, terás razões mais fortes para continuar.

 

3 - Quando traçares um objetivo, traça objetivos mais pequenos dentro dele, ou seja, metas.

 

Assim, os progressos, por mais pequenos que te pareçam, ainda assim serão progressos.

 

Se queres alcançar algo daqui a um ano, traça metas para o que queres alcançar daqui a um mês, e daqui a dois meses… Assim verás que estás num bom caminho, em vez de te focares no tempo que ainda falta.

 

4 - Aproveita a aprendizagem da tua viagem, disfruta das sensações, valoriza as pessoas com quem vais-te cruzando.

 

Como dizia ao início, eu detestava correr, ficava focada no resultado daquilo, e para mim não havia nenhum. Até que um dia que decidi que ia começar a correr mais regularmente. Estava equipada, de ténis, cardio-frequencímetro e GPS pronto, saio para a rua, e estava chover. Decidi ir na mesma…

Foi das melhores corridas da minha vida, e dos melhores momentos também, porque foi aí que vi a importância do processo. Sentia a água a escorrer-me na cara mas não me importava, pisava em poças e não me importava, era de noite, não havia quase ninguém na rua, conseguia ouvir os meus passos, a minha respiração, a chuva levemente a bater no alcatrão da estrada. Quando dei por mim, tinha corrido quase uma hora.

 

O que acontece quando nos focamos no processo, é que nos apaixonamos por ele. A tudo o que damos atenção, é isso que se torna o centro da nossa vida. Esse é o segredo. Porque quem se apaixona pelo processo, não precisa de mudar, é uma pessoa que se transformou na própria mudança. Aquilo que era um sacrifício, transforma-se numa grande aventura que muda tanto tua vida, como inspira qualquer pessoa que te conheça.

 

Se em vez de ser um expert em começar coisas novas, focadas em resultados, te transformares num expert em apreciar o caminho que estás a percorrer, a tua mudança será vitalícia e crescente.

 

Não procures por pensos rápidos, esses têm prazo de validade. Procura focar-te naquilo que estás a aprender, a viver, a sentir, a ouvir, a ver, a conhecer e a desenvolver. Não é bem melhor assim?

 

Até para a semana!

 

Autora: Nádia Tavares - DreamAchieve 

Fonte: Vivências Press News

18 de Março de 2017